Direito autoral – Economia Criativa – Desenvolvimento Sustentável

Transmissão pela Internet do X SEMINÁRIO INTERNACIONAL

Escrito por gedaiadm em qui, 04/06/2017 - 12:57

X SEMINÁRIO INTERNACIONAL: SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E PROPRIEDADE INTELECTUAL. 

Tema central: MARCO CIVIL DA INTERNET E DIREITOS INTELECTUAIS

 

Informamos que o evento será transmitido on line no link:

 

http://www.ppgd.ufpr.br/portal/index.php/2017/03/10/06-e-07-de-abril-1830-as-2230-x-seminario-internacional-sobre-sociedade-da-informacao-e-propriedade-intelectual/

 

Para maiores informações acesse o site do GEDAI UFPR.

Palavras chave:  Seminário Transmissão online Propriedade Intelectual Direito autoral – Economia Criativa – Desenvolvimento Sustentável

Como ganhar a vida nas indústrias criativas

Escrito por gedaiadm em ter, 01/31/2017 - 12:03

A Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI) publicou estudos sobre Economia Criativa, a pesquisa explica de forma simples e clara como os direitos autorais ajudam as pessoas criativas a ganhar dinheiro com suas obras originais.

O estudo é dirigido para pessoas que podem trabalhar nas indústrias culturais e criativas, bem como para os criadores individuais, gestores públicos, acadêmicos e agências de apoio às empresas que trabalham nesse segmento criativo.

Português, Brasil

Direito autoral e economia criativa: a construção de uma economia preocupada com a criatividade

Escrito por gedai em ter, 07/29/2014 - 09:54
A Economia Criativa compreende atividades resultantes da imaginação de indivíduos, com valor econômico. A sociedade informacional tem ainda a economia como fonte de randes transformações, influência que se aplica também de forma inversa.
 
Nesse ponto, a criatividade hoje, ligada à inovação, à tecnologia, à produção e à transmissão do conhecimento, é vista para muito além do simples pensar e do criar, é um elemento ndispensável à economia e à sociedade, pois uma sociedade que anseia por informações e pelo desenvolvimento cada vez maior de novas tecnologias para servir consumidores exigentes não pode se imaginar sem criatividade.
 
presente artigo busca formular os fundamentos para a construção de um Marco Regulatório para a Economia Criativa no Brasil. Isto a partir do entendimento de que a Economia Criativa promove o desenvolvimento sustentável e humano, de forma inclusiva social e tecnologicamente, ou seja, não se trata uma visão de mero crescimento econômico. Isto porque os novos conceitos inerentes à Economia Criativa alcançam o uso das ferramentas tecnológicas (TICs) nas suas interfaces com a educação, a arquitetura, o design, a formação de agentes criativos, os Arranjos Produtivos Locais (APL) e os Setores Criativos (SCs).
Autores:  Marcos Wachowicz e Rodrigo Otávio Cruz e Silva Palavras chave:  Direito autoral – Economia Criativa – Desenvolvimento Sustentável
Faça download do .PDF artigo_economia_criativa_ibict.pdf